Brasileiro é premiado na Copa do Mundo do Sushi no Japão

Brasileiro é premiado na Copa do Mundo do Sushi no Japão

O sushiman Celso Hideji Amano participou da Copa do Mundo do Sushi no Japão (World Sushi Cup), para estrangeiros, em 19 de agosto. A Terra do Sol Nascente é o país natal de seus pais, que estão no Brasil há 56 anos.

O sabor de sua gastronomia competiu com 27 chefs de diferentes lugares do mundo, como França, Estados Unidos e Paquistão. Mas foi o brasileiro quem levou o primeiro lugar da competição que aconteceu em Tóquio.

“Cheguei dia 13 de julho no Japão, fiquei 44 dias treinando. Nesse período, trabalhei em um restaurante em Chiba, perto de Tóquio”, afirma o paulistano sobre o processo de preparação para o torneio.

Atualmente, com 39 anos, e sushiman há 17, o gastrônomo trabalha em um restaurante da capital de São Paulo. O estabelecimento é especializado em pratos quentes e, em 2015, recebeu uma condecoração do governo japonês pela divulgação da culinária asiática.

“A oportunidade de participar surgiu após ter ajudado a Associação de Sushi do Japão, dirigida pelo mestre Hirotoshi Ogawa, quando ele veio ao Brasil ministrar cursos”, explica Celso, sobre como entrou em contato com um dos organizadores da World Sushi Cup.

O sushi, que hoje é consumido em larga escala no Brasil, surgiu no século IV a.C no Sudeste Asiático.

O arroz cozido era usado para conservar os filés de peixe nas viagens e garantia um sabor ácido à carne.

“A ligação da arte de fazer sushi com a cultura japonesa é muito antiga,. Eles tinham que conservar os peixes para a sobrevivência e, com o tempo, foi evoluindo até o sushi atual, mas algumas técnicas ainda são mantidas”, comenta Celso sobre a história do prato.