Japão transforma resíduos eletrônicos em medalhas de ouro

Japão transforma resíduos eletrônicos em medalhas de ouro

O Japão é um país que planeja o amanhã com ações realizadas dia após dia, e que somadas, geram um grande impacto no futuro. Isso o ajudou a se tornar um dos principais polos tecnológicos do mundo. Seja pela história, cultura ou pelo tamanho de sua extensão territorial, o Japão sempre esteve preocupado com a sustentabilidade e responsabilidade social.

Nos jogos de 2020, não será diferente! Enquanto se prepara para as provas, mais uma vez, o país dá um passo em direção ao futuro e decide criar as cinco mil medalhas, que serão distribuídas aos atletas vencedores. E sabe como serão feitas? Com resíduos de metais dos aparelhos celulares descartados.

Mas esse é apenas um lado do uso inteligente do lixo que o país produz: o positivo. Inovações tecnológicas geram riquezas, pois estimulam o consumo, mas, há um ponto negativo - a produção de lixo, seja ele orgânico ou reciclável aumenta.

Em Tóquio, há um bairro conhecido como Akihabara que, traduzindo para o português, significa cidade elétrica, pela quantidade de pessoas conectadas a celulares, jogos e outras formas de diversão tecnológica que circulam por ali.

Sabendo que o lixo eletrônico é hoje responsável por 5% dos resíduos tóxicos do mundo, no Japão, desenvolveu-se a cultura de reciclar celulares, baterias, impressoras, games e cartuchos. Essa prática traz muitas vantagens, além de tirar de circulação de forma segura os resíduos tóxicos, com a reciclagem, permite que sejam criadas riquezas.

Hoje, só 4% do lixo não é reaproveitado; e isso incomoda muito os técnicos e a população. O centro de saneamento ambiental do Japão funciona, a todo vapor. Os lixões externos foram substituídos por enormes galpões espalhados ao redor das cidades e que são facilmente reconhecíveis por suas chaminés muito altas. Depois de incinerado, parte do lixo é transformado em energia que é capaz de abastecer milhares de casas.

O reaproveitamento da parte do lixo eletrônico rica em metais como cobre, prata, ouro e platina é outra oportuna fonte de riqueza para um país que sabe sobre a escassez de recursos minerais.

Além de energia e de medalhas para os atletas, a prata vira lindos cordões com pingentes e o ouro se transforma em valiosas barras que podem valer centenas de milhares de dólares.