Ocean Spiral, a cidade submersa no Japão

Ocean Spiral, a cidade submersa no Japão

Ao contrário do que se imaginava na década futurista de 1960, o futuro do Japão não está no céu, mas possivelmente no mar. A Shimizu Corp, uma construtora japonesa, anunciou que até 2030 pretende construir a Ocean Spiral – uma cidade submarina.

Por causa da mudança climática e elevação do nível do mar que já ocorrem no planeta, a proposta busca explorar ao máximo a vida marinha, com uma estrutura dividida em três partes:

Esfera flutuante – projetada para sua maior parte ficar submersa na costa de Tóquio e receber até 5 mil pessoas. Seu espaço será reservado para escritórios, laboratórios, restaurantes e escolas


Espiral – a função da área é produzir energia a partir de ondas, marés e outras correntes do fundo do mar

Fábrica de terra – localizada no fim da espiral, ela será o lugar onde cientistas vão explorar formas de conseguir energia, por exemplo, pelo uso de micro-organismos para produzir metano a partir de dióxido de carbono

O projeto também conta com um processo de dessalinização da água marinha para o consumo humano. O líder Masaki Takeuchi comenta que a cidade subaquática seria totalmente sustentável e com energia renovável.

Tudo vai custar cerca de US$ 26 bilhões, e embora muitos detalhes do projeto não foram revelados, a Shimizu Corporation estima que a cidade deva ser concluída até 2030.

“Agora é a hora de criar uma nova interface com o mar profundo, a fronteira final da Terra”, comenta  Takeuchi.