Educação japonesa ensina jovens a valorizar o patrimônio

Educação japonesa ensina jovens a valorizar o patrimônio

Até o auxílio na limpeza dos banheiros das escolas faz parte da formação das crianças

A cultura e as tradições são bem diferentes dos valores ocidentais e existem situações que nos fazem repensar a maneira como agimos por aqui. Um exemplo disso são as escolas do Japonesas, com costumes diferentes das brasileiras.

Com o objetivo de formar um cidadão, e não apenas ensinar as matérias, os colégios japoneses fazem com que os alunos limpem a sala de aula, corredores e banheiros, e também sirvam o almoço para os outros colegas.

Os alunos são organizados pelos professores, que montam um rodízio para que cada criança tenha uma função diferente a cada dia. Como nas escolas japonesas não existem refeitórios, as refeições são feitas dentro da sala de aula, o que exige ainda mais colaboração.

Com essa valorização do patrimônio, os pequenos se tornam adultos mais conscientes. Um reflexo dessa prática foi o show dado pela torcida japonesa durante a Copa do Mundo de 2014 no Brasil, que, após os jogos de sua seleção, limparam as arquibancadas para deixá-las da mesma maneira que estava no início da partida. que estava no início da partida.