Vitrine de dar água na boca

estratégia, partida, peças, jogo, tabuleiro

Já pensou estar na rua e se deparar com vitrines de comida? Pois bem, no Japão, isso é comum! Tudo começou em Tóquio: um restaurante criou amostras de seu menu para expor na vitrine. Na época, os pratos de comida eram produzidos com cera exatamente iguais aos que seriam servidos aos clientes. Hoje, é usado silicone e plástico PVC.

 

As amostras costumam ser colocadas na vitrine ou perto da entrada e são conhecidas como fake food, ─ comida de mentira. No Japão, o termo usado é Tabemono no Sanpuru. Como muitos dos cardápios estão escritos em japonês, a apresentação dos pratos facilita a compreensão dos turistas. Afinal, é só apontar a comida que mais aguçou o paladar e esperar a versão comestível do prato.

 

A demonstração do tamanho e da quantidade de comida é fiel. Assim como os detalhes dos ingredientes. Tudo é reproduzido: sushi, tempurá, kare, risu, karaage, takoyaki e muitas variações de lámen ─ típico macarrão japonês. Então, você sabe exatamente o que será oferecido, já que as amostras são idênticas aos pratos reais.

 

As empresas que trabalham com fake food perceberam que os japoneses gostam tanto das comidas que resolveram criar cases de celular, pen drives, chaveiros e até bijuterias comestíveis. Ou seja, diversão para quem gosta de apreciar uma boa (e bela) comida!

Fonte:

http://www.japaoemfoco.com/mostruarios-de-comida-em-restaurantes-japoneses